Bem-vindo ao nosso movimento global que reune judeus do mundo todo para celebrar e cumprir juntos um Shabat completo.

Tudo começou na África do Sul em 2013, quando o Rabino-chefe Warren Goldstein reuniu a comunidade para que todos cumprissem juntos o Shabat do dia 14 de outubro – e ele realizou um feito incrível. Nos dias e semanas que se passaram, comunidades judaicas do mundo todo se encheram de alegria e animação com a ideia de trazer o Shabat Project para suas cidades.

A ideia é simples: Judeus que seguem diversos estilos de vida, de todos os níveis de proximidade religiosa, mais jovens e mais velhos, de todos os lugares do mundo – se juntam para vivenciar a magia de um Shabat completo que todos cumprem juntos – de acordo com as leis do judaísmo.

O caloroso acolhimento do Shabbat Projet pelos judeus de todas as divisões imaginárias – idioma, cultura, origem, localização, níveis de observância – mostra da forma mais visual possível a profundidade e a beleza da conexão entre o Shabat e o povo judeu.

O Shabat Project transcende as barreiras que nos dividem. É a nossa oportunidade de renovar a vida familiar e da comunidade, restaurar a identidade judaica e unir os judeus espalhados ao redor do mundo.

Juntos, criaremos um novo futuro para o povo judeu.

O fundador

O Rabino Warren Goldstein é o atual Rabino-chefe da África do sul e também é o fundador do Shabbat Project. Em seus 12 anos no cargo ele criou e liderou um número de iniciativas nunca antes visto, que mudou o cenário de sua comunidade e dos judeus espalhados pelo mundo.

Ele é um grande entusiasta do Shabbat Project, que reuniu judeus em mais de 1416 cidades e 95 países ao completarem um Shabat juntos.

Um Dayan qualificado, o Rabino Goldstein publicou diversos livros, entre eles: Sefer Mishpat Tzedek, Defending the Human Spirit e The Legacy. O Rabino-chefe é PhD em Direitos humanos e Lei constitucional, além de ter uma coluna no The Jerusalem Post.

Saiba mais sobre o Rabino Goldstein aqui.

Manifesto